Interviews 3 years atrás

A Water and Wastewater company is born

A note published in Marta Sfredo´s column in GZH highlights Cristalina´s role in the water and wastewater industry in Brazil. Marta points out the relevant names responsible for founding the Company that will offer excellent services to small and medium-sized municipalities. Access here!

Confira a matéria na íntegra:

A mudança representada pelo Marco Legal do Saneamento criou mercado para grandes empresas, em privatizações e parcerias público-privadas (PPPs), mas também abriu uma porta para o surgimento de novos negócios.

Está nascendo no Rio Grande do Sul a Cristalina, focada no atendimento de pequenos e médios municípios e com nomes de peso: Yves Besse, que será o presidente depois de passar por gigantes internacionais do segmento, Paulo Uebel, que será vice-presidente e foi secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do atual governo e Daniela Pinho, que será diretora-executiva e foi diretora financeira da Companhia de Águas do Brasil.

— Está claro que os municípios vão precisar de parcerias para viabilizar a  universalização prevista no Marco Legal. Existem grandes empresas estatais e privadas para atender aos grandes municípios, mas há municípios menores que não são atendidos. Vamos ajudar a viabilizar os investimentos necessários e levar soluções aos municípios para atender às metas do Marco do Saneamento da forma mais eficiente possível.

Apresentado por Uebel como o grande especialista em saneamento, com passagens inclusive pela gigante Suez, na França, Besse “entregou” o sócio:

—  Foi o Paulo que juntou o time. Essa visão do saneamento ter de ser municipal é global, porque o serviço é local, leva água e tratamento de esgoto à casa das pessoas. No Brasil, o processo foi estadualizado na década de 1970, mas hoje isso precisa ser modernizado. As companhias estaduais precisam se adequar ao novo momento.

Segundo Uebel, a Cristalina vai ajudar as prefeituras a viabilizar projetos de concessões e de parcerias público-privadas, com foco inicial no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, que têm perfis semelhantes na administração municipal.

— Esperamos conquistar 10 contratos em um período de cinco a seis anos, atendendo entre um milhão e 1,5 milhão de pessoas. Isso significa viabilizar um volume de investimentos de R$ 5 bilhões em 10 anos — detalha o ex-secretário.

Além dos sócios, a Cristalina já tem um investidor de peso, disse Uebel. É um family office de uma família gaúcha que garante recursos para desenvolver projetos para os primeiros dois a três anos. Não detalha mais por ter acordo de confidencialidade:

— À medida que ganharmos concessões ou PPPs, vamos levantar capital mais expressivo. Nosso objetivo é atuar em todo o Brasil, mas estamos começando no Rio Grande do Sul.

Como os pequenos municípios, muitas vezes, são considerados a “parte fraca” de pacotes de concessão, a coluna quis saber por que esse será o foco da Cristalina. Besse respondeu:

— Não estamos aqui para criar problemas, mas para trazer soluções. A ideia é ser parceira. As companhias estaduais e municipais perceberam que não vão conseguir dar conta sozinhas dos investimentos necessários. Se empresas e investidores privados têm interesse em entrar nesse setor, por que não juntar forças?

Uebel destaca que, embora  saneamento já seja por definição uma atividade baseada no padrão ESG (governança corporativa, ambiental e social), a Cristalina vai reforçar esse pilar por influência de Daniela, que já é muito dedicada a temas de sustentabilidade:

— A empresa já nasce com todos os conceitos de ESG incorporados nas suas práticas, nos projetos e na aplicação dos projetos, o que significa que também via colaborar para melhorar a governança dos municípios que aderirem.

Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br/

Notícias

Notícias Relacionadas

Notícia 2 years atrás

Booklet – A new step for Sanitation

The first step in building a transformation is access to knowledge. With this objective in mind, Cristalina developed a booklet […]

Read More
Notícia 2 years atrás

Cristalina targets municipal auctions

An article in the Valor Econômico newspaper highlights Cristalina’s focus on building partnerships to make sanitation projects possible in the […]

Read More
Notícia 2 years atrás

Sanitation: change to solve

“We need to look at the desirable future and act, at an accelerated pace, in the present”.  This one of […]

Read More

Contact us. Transform with us.

Cristalina Sanaeamento SA 2021 © All rights reserved

   

contato@cristalinasaneamento.com.br